reuniao mt saude

 

O coordenador de assuntos sócio-culturais e esportes do SINTESMAT Kleber Magalhães Ferreira participou de reunião na manhã da última sexta-feira, 06 de março, com o Fórum Sindical e o presidente do MT Saúde, Flávio Taques.

Na reunião, os integrantes do Fórum Sindical explicitaram as complicações que os usuários do plano tem enfrentado para conseguir atendimento. “Nós temos muitas dificuldades de sermos atendidos pelo plano MT Saúde nos hospitais, e também pelos médicos do interior do Estado, ocasionando total descrédito no plano. Ainda alguns servidores da UNEMAT para conseguirem atendimento tem que deslocar-se para Cuiabá”, ressaltou Kleber.

O presidente do MT Saúde disse aos servidores que o decreto que regulamentará o plano deve ser publicado pelo governo até o dia 31 de março. A partir desta data, o plano deverá funcionar com algumas reformulações, com base no “Planejamento e Projeções para o MT Saúde 2015-2018”, que se encontra em discussão com o governo.

Flávio Taques lembrou que o MT Saúde não está negando nada aos servidores, se encontra em funcionamento normal. Afirmou ainda que os servidores podem confiar no no plano, e incentivou os colegas a aderirem para fortalecê-lo.

O MT Saúde foi criado em 2003 e, em abril do ano passado, a Lei 539/2014, que dispõe sobre a reestruturação do Plano, foi aprovada pela Assembleia Legislativa.

Além do SINTESMAT, participaram da reunião representantes do Sindicato dos Servidores da Empaer (Sinterp), Gilmar Brunetto; Sindicato dos Investigadores de Polícia Civil de Mato Grosso (Siagespoc-MT), Cledison Gonçalves; Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado de Mato Grosso (Sindspen), Jacira Maria da Costa; Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde e do Meio Ambiente (Sisma/MT), Tatiana Neves; Sindicato dos Profissionais do Sistema Socioeducativo (Sindpss), Paulo César de Souza; Sindicato dos Servidores da Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso (Sintema), Gilcélio Lima; Sindicato dos Profissionais da Área Instrumental do Governo (Sinpaig), José Monteiro dos Santos e a assessora jurídica do Sisma/MT, Ana Lúcia Ricarte.

0
0
0
s2sdefault