Os Profissionais Técnicos da Educação Superior da Universidade do Estado de Mato Grosso, reunidos em Assembleia Geral Extraordinária na última segunda-feira (13/06), rejeitaram por esmagadora maioria a segunda proposta de pagamento do Reajuste Geral Anual – RGA, feita pelo Governo do Estado no último dia 10/06.

A tabela abaixo demonstra a totalização dos votos, por seccional.

            A proposta, rejeitada em todas as Assembleias Setoriais nos locais de trabalho, previa o pagamento de 6% do RGA em três parcelas: (2% em setembro/16, 2% janeiro/17 e mais 2% em abril/17). Os retroativos desse período, relativos a maio de 2016, o governo ofereceu pagar em três parcelas (maio, junho e julho de 2017). Ademais, os 5,28% restantes vinculados a quando o estado atingisse percentual menor que 49% de despesa total de pessoal em relação à receita corrente líquida.

            As Assembleias aconteceram de forma simultânea na última segunda-feira (13/06) em todas as seccionais do SINTESMAT, localizadas nos Câmpus da Universidade.

            Consultada, a categoria decidiu por manter a utilização do instrumento constitucional da greve, em busca de receber o Reajuste Geral Anual, em sua totalidade ainda em 2016, conforme determina a legislação.

            Nestas duas semanas de greve a categoria tem se mantido unida, coesa e mobilizada, realizando ações de forma conjunta com servidores de outras carreiras da administração pública, na capital e em diversos municípios do interior do Estado, externando o descumprimento da lei por parte do Governo e defendendo o desejo dos servidores em receber o que lhes é devido por parte do Estado. Estas ações serão objeto de matéria complementar, que já está sendo preparada por esta diretoria de comunicação, relatando este momento histórico de luta por direitos trabalhistas, que tem acontecido em todo o estado, com a participação do SINTESMAT.

            Na manhã desta quinta-feira (16) o presidente do SINTESMAT Luiz Wanderlei dos Santos participa de reuniões em Brasília com sindicalistas da FESSP-MT e outras categorias discutindo ações conjuntas no plano estadual e federal, além de pedir apoio à luta dos servidores do executivo estadual em busca do Reajuste Geral Anual.

            O vice-presidente do SINTESMAT, Jeferson Odair Diel, e o diretor de Kleber Magalhães Ferreira estão nesta manhã em Cuiabá, acompanhando as deliberações na Assembleia Legislativa.

            Durante esse período de greve, toda a Diretoria Executiva e também das Seccionais tem participado ativamente de manifestações, reuniões, mobilizações na capital e em todos os municípios onde a Universidade está instalada, firmes na luta por mais um direito dos servidores solenemente ignorado pelo Governo Estadual.

 

 

0
0
0
s2sdefault