Membros da Diretoria do Sintesmat realizaram reuniões na Sede Administrativa (no dia 15/02) e no Campus de Cáceres (20/02). As reuniões tiveram como principal objetivo, informar os Profissionais Técnicos sobre os trabalhos desenvolvidos no primeiro mês de gestão, bem como ouvir sugestões dos servidores.

Sobre a situação financeira do sindicato, foi informado que encontrou o caixa com um saldo de aproximadamente R$200,00 e algumas contas a serem pagas. Com as arrecadações dos meses de janeiro e fevereiro, conseguiu-se saldar algumas dividas e permanece um saldo de aproximadamente R$6.000,00, lembrando que ainda tem algumas dividas a serem liquidadas, entre elas, com a operadora Vivo, que esta sendo questionada judicialmente e com recolhimento de INSS atrasado, que deve ser feito até o meio do ano. A Sede do sindicato irá passar por adequações transformando a sala de reuniões em dormitório feminino, pois atualmente há somente um quarto de dormir no imóvel.

O presidente lembrou que, segundo o estatuto, deverá ser convocada Assembleia Geral da categoria até no Maximo mês de maio e manifestou preocupação sobre a situação financeira do sindicato, tendo em vista que o evento demandará muitos gastos.

A diretoria tem como objetivo visitar todos os campi da UNEMAT, realizando reuniões com o maior numero de PETs possível, dando ênfase ao processo de eleição das sessões sindicais, pois a única maneira de fortalecimento do sindicato é através de representações locais fortes e atuantes nos campi. A intenção é que o edital das eleições seja lançado no início do mês de março e que as eleições ocorram no mês de abril.

Quanto ao Plano de Saude, o Sindicato está procurando alternativas mais baratas, sendo que até o momento, a UNIMED Cáceres ainda conta com o menor valor. Quanto ao PCCS, o presidente informou que esteve reunido com o novo secretário de administração do Estado no dia 7 de fevereiro. O secretário informou que o governo do Estado pretende revitalizar MTSaúde, porém nos moldes atuais o mesmo não é autossustentável e por isso deverá passar por adequações.

O presidente informou que o sindicato deverá firmar convênio com o SESI Clube de Cáceres, sendo que os associados poderão utilizar as áreas de lazer e demais dependências, aqueles que aderirem ao plano ainda terão descontos em farmácias, consultórios médicos e odontológicos cujos percentuais são variáveis. Poderão associar todos os técnicos sindicalizados, sendo que poderão ser utilizadas as dependências do SESI de Cáceres, Sinop e Rondonópolis. Para o SESI Park de Cuiabá, é preciso o associado negociar desconto.

Em seguida, o presidente colocou em pauta o último assunto, relativo aos encaminhamentos e trâmites do novo PCCS da categoria. O gestor informou que desde que foi eleito começou a acompanhar as negociações da nova lei e pouco se avançou e que esta aguardando retorno do Secretario de Administração quanto a retomada das negociações e encaminhamentos administrativo, já que, conforme ordem de serviço, os trabalhos estão suspensos desde o mês de dezembro de 2012, o Secretario Faiad se comprometeu a dar um retorno sobre o assunto até o dia 15 de fevereiro e até o momento isso não ocorreu.

No campus de Cáceres (dia 20) o presidente informou que esteve na SAD na Segunda feira dia 18 afim de cobrar a resposta do Secretário, no entanto não obteve êxito. Nesta quinta-feira, dia 21, o presidente ira retornar à SAD para nova tentativa.

0
0
0
s2sdefault