Uma delegação do SINTESMAT está em Brasília nesta terça-feira (09), para acompanhar o trâmite e possível votação do PL 257 na Câmara dos Deputados.

O grupo de servidores saiu de Cáceres no último domingo (07) para Cuiabá, de onde viajaram de ônibus para a Capital Federal.

Nesta segunda-feira realizaram protestos e manifestações, contra a aprovação do PL 257, que traz em seu bojo medidas que prejudicam o serviço público e atingem os servidores públicos.

O projeto de lei teve o parecer do relator lido na noite desta segunda-feira, e por determinação do Presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM), será votado na tarde desta terça-feira.

O projeto passou por diversas alterações nos últimos dias, e teve retirado do texto que fora proposto originalmente a contabilização de gastos com terceirizados e gratificações como despesas de pessoal. Foram suprimidas também questões relacionadas às contribuições previdenciárias dos servidores públicos. As contrapartidas, porém, foram mantidas, e os estados que aceitarem a renegociação de suas dívidas nos moldes previstos no projeto, precisarão impor aos servidores públicos um período sem aumentos reais, além de vedar gastos acima do registrado na inflação do ano anterior.

Consulte aqui o andamento do projeto.

A delegação do SINTESMAT viajou com despesas custeadas pela Central dos Sindicatos Brasileiros - CSB, acompanhados pelos sindicalistas Vagner Oliveira e Diany Dias, coordenadores da CSB/MT. Participam também da mobilização, sindicalistas e servidores de outros sindicatos estaduais, e municipais.

Pela Diretoria Executiva do SINTESMAT, acompanha o grupo o diretor Kleber Magalhães Ferreira.

 

 

 

 

0
0
0
s2sdefault