Membros da Diretoria Executiva do Sintesmat reuniram-se na manhã de ontem com a Reitora Ana Maria Di Renzo para tratar da adesão ou não ao decreto 694/2016 que determina a redução de jornada de trabalho no âmbito do poder executivo do Estado.

De acordo com a Reitora, a principal preocupação para a não adesão é quanto ao horário de atendimento nos câmpus, para não prejudicar o andamento dos serviços e principalmente o atendimento aos Discentes. Sendo que os locais que demandam maior preocupação são as Bibliotecas e Secretarias Acadêmicas.

O presidente Luiz Wanderlei argumentou que é possível manter o atendimento aos demais segmentos e mesmo assim aderir ao plano, para isso basta adequar os horários aos períodos em que há maior fluxo de Docentes e Discentes.

Ao final da conversa a Reitora comprometeu-se a conversar com os Diretores de Unidades Regionais Administrativas (DURA) e Diretores Políticos Pedagógicos (DPPF) para definir a possibilidade de alteração e implementação a partir do mês de outubro. Nos próximos dias o sindicato e a reitoria terão uma nova reunião para uma definição final.

Outro ponto tratado na reunião foi a solicitação de alteração da Resolução 65/2011 que trata do afastamento do PTES para qualificação. Nesse ponto, a Reitora comprometeu-se com o Sindicato que o assunto retornará a pauta do próximo CONEPE a ser realizado no mês de novembro deste ano.

 

Participaram da reunião, Luiz Wanderlei, Luiz Mar Faquini e Carlos Santos, pelo Sintesmat e Ana Di Renzo, Ariel Lopes e Valter Danzer, pela Reitoria.

0
0
0
s2sdefault