O presidente do SINTESMAT Luiz Wanderlei dos Santos, recebeu na manhã desta quinta-feira (13) as chaves do novo veículo do Sindicato, na Concessionária da General Motors em Cáceres.

O veículo, uma GM Spin, ano/modelo 2016, de cor branca, foi adquirida nova pelo valor de R$ 48.606,75.

A substituição do veículo do Sindicato foi deliberada no último CONTESMAT, em julho deste ano em Cuiabá. Naquela ocasião, os delegados deliberaram por autorizar a Diretoria Executiva a substituir o veículo do Sindicato, utilizando a venda do atual no negócio e usando até R$ 50.000 em dinheiro para adquirir um novo.

Para decidir qual veículo comprar, diretores do sindicato verificaram várias opções de veículos novos em Concessionários, procurando o menor preço possível. Foi considerada também a aquisição de um veículo seminovo, mas essa opção foi preterida devido ao intenso ritmo de uso do atual veículo desde que foi adquirido (aproximadamente 62 mil quilômetros rodados).

Após analisar as propostas, a escolha ficou entre um sedan com deságio aproximado de R$ 5.000 de um concessionário de Sinop, e a minivan da GM ofertada com deságio aproximado superior a R$ 8.000. A Diretoria Executiva se reuniu, e deliberou pela aquisição do veículo que reunia o maior espaço interno e também o maior desconto na aquisição.

O atual veículo, uma VW Parati 1.6, de cor prata, ano/modelo 2008, foi adquirida seminova. Ela registra atualmente mais de 110 mil quilômetros rodados e será vendida pela média dos valores ofertados pelos Concessionários na aquisição do veículo novo.

Considerando que o CONTESMAT autorizou utilizar um valor em dinheiro e o atual veículo na aquisição de um novo, a Diretoria Executiva utilizou apenas 75% do montante possível, resultando numa economia de mais de R$ 15.000 na substituição do veículo.

Mantendo a tradição de intenso uso em prol do Sindicato, o veículo novo viajou ainda pela manhã para Cuiabá, onde o Sindicato participa de reuniões nesta quinta e sexta-feira.

 

Estiveram na entrega técnica do veículo, o presidente Luiz Wanderlei e o coordenador de comunicação sindical, Eder C. Salomão.

 

0
0
0
s2sdefault